Então é isso, não?

É Natal. A data que todos amam odiar. Mesmo não aparecendo ninguém pra ler esse post hoje me deu vontade de escrever. Pra dizer a vocês que eu sou libriana e librianos adoram festa. Portanto, vou discordar da maioria e dizer: não tenho nada contra.

Aqui a coisa não vai ser muito diferente dos outros dias do ano e, talvez por isso mesmo, o Natal não me pareça tão ruim. Não tem aquela obrigação de sermos mais felizes ou amorosos do que o normal, porque vamos fazer algo que já fazemos com frequência, talvez apenas com um pouco mais de comida.

É assim. Eu tenho um núcleo familiar pequeno. Meus pais moram cinco andares abaixo do meu apartamento e meu irmão mais novo e minha cunhada, a umas duas quadras de distância (minha irmã Dedéia mora em Brasília e meu irmão mais velho é o esquisito da família). Quando minha mãe não está no sítio recolhendo os sapos que caem na piscina, sempre nos reunimos na casa dela nos finais de semana. Para almoço, lanche, jogar baralho, assistir Faustão (e reclamar da baixa qualidade da TV aberta) e discutir de vez em quando. É uma família barulhenta e animada e eu não vou ficar fingindo que não gosto disso, porque é mentira. Eu gosto sim. Sinto falta quando meus pais viajam e eu fico aqui sozinha com o Gui.

Portanto, hoje, véspera de Natal, teremos um pouco mais disso aí que já faz parte de nossas vidas. Teremos um jantar, umas duas ou três sobremesas, vamos abrir muitos presentes e nos abraçar. Pra mim Natal é isso. Como não sou religiosa, esse é um momento de amor, de gentileza, de companheirismo. Nada mais. É uma data para estreitar laços e renovar afetos.

Mesmo com a falta de grana que me assola e deixa meu cheque especial quase que no osso, comprei presentes pra família, pro Gui e pro namô. E também para alguns amigos que são muito, muito especiais. Fiz isso porque tenho certeza de que o próximo ano será melhor e que meus problemas financeiros serão sanados – pelo menos em parte.

Talvez daqui a doze meses eu esteja aqui escrevendo essas mesmas coisas. Natal me dá essa impressão de eterno retorno, de que tudo se repete. Mas eu acho que a idéia é essa mesmo. Esquecer um pouco da aridez dos dias. De como a humanidade é super mal-acabada. E celebrar o fato de que estamos juntos acima de tudo. Contra todo o pessimismo que nos assola. É isso.

Feliz Natal!

Advertisements

5 Comments

Filed under Uncategorized

5 responses to “Então é isso, não?

  1. Edu

    Engano seu esse de que ninguém vai ler… 🙂

    Que os afetos se renovem numa repetição sem fim, pois!

    Beijos!!
    Edu e Mau, Mau e Edu.

  2. Tina Lopes

    Oi, quilida. Adorei o post. Eu meio que deprimo, mas no geral gosto também, da festa toda. Tem aquelas coisas, ex-cunhado que ressurge das cinzas, a torcida pra sogra católica não querer cantar parabéns pra Jesus (só entre nós, hein), a irritação com a bagunça das crianças (não adianta, eu não consigo não me estressar) etc. etc. Mas é assim e se não fosse acho que ia sentir falta. Feliz natal pra você e que a festa seja muito boa, com comes e bebes supimpas e muita alegria.

  3. hahahahaha, mas tina, uma sogra que canta ‘parabéns’ pra jesus deve deixar o natal divertidíssimo, não? aqui na minha casa o máximo que teve foi minha mãe dançando ao som de benito de paula, visualize a cena… eu não vou dizer que tem umas horas que eles me enchem o saco porque seria mentira. nessas horas eu pego o elevador e venho pra casa ficar quietinha. mas já superei a fase adolescente de ‘revolta contra os pais’. os meus são legais, guilherme os adora e vice-versa. a gente se dá bem na medida do possível. e o natal não foi nada diferente dos nossos outros encontros, como eu escrevi aí. esse post ficou piegas pra caráleo, mas fuck. natal é brega mesmo, né? beijos!!

  4. Taís

    Oiê!!!!
    Eu entrei pra comentar mesmo no Natal, viu? Eu e o Thur desejamos feliz Natal procê e pro Gui!
    Eu também gosto de Natal, dessa coisa de reunir a família, fazer festa, comer um monte. Sempre fico feliz nessa época, gosto do espírito de Natal e não entendo as pessoas que reclamam.
    Ah, falando em presentes, já comprei o seu:)
    Beijão

  5. que coincidência, Tata, também já comprei o seu! 😛 e você vai ficar linda, aposto… bjs!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s