Das resoluções de ano novo

Primeira e única:

  • A reforma ortográfica é algo tão idiota que resolvi ignorá-la solenemente, por mais ridículo que isso possa parecer. Prontofalei.

**********************************************************

Eu estava na graduação lá pelo final da década de oitenta (daqui a pouco aparece o tal do Lázaro para tecer elogios à minha idade na caixa de comentários) e já havia a polêmica acerca da tal reforma. Eu não dou aulas de português há séculos, mas lembro que as nossas regras de ortografia são algo de enlouquecer. E agora vêm uns velhinhos que nada fazem – a não ser tomar chá – querendo ‘causar’. Podem me chamar de ignorante, mas a língua que se fala aqui, não é a mesma que se fala lá. Quer dizer, é e não é. Não me peçam pra explicar. Já não era o bastante ter que enfiar na cabecinha de crianças de 5ª série (ou sexto ano – aimeusaco!) que ‘são acentuados paroxítonas terminadas em ditongo crescente’, agora muda tudo. Querem saber? Esse vai ser meu primeiro ato de desobediência de 2009.

Advertisements

8 Comments

Filed under Uncategorized

8 responses to “Das resoluções de ano novo

  1. Lia

    Quanto à reforma, te apoio e dou fé pública do ato.

  2. arthur

    Como já era ruim de português antes, a reforma não vai mudar muito a minha vida, é capaz até de me ajudar sem querer já que sempre esqueço os acentos, e alguns caíram. Agora, tenho pena dos professores.

  3. mari

    acho que se lázaro fosse fazer um sexo bem feito, largava mão de encher o saco. e sinceramente, consekência? quem consegue? tô total me sentindo velhinha calça lee, insistirei em escrever as coisas do jeito que aprendi! humpf!

  4. lia: que bom ter apoio de alguém que acabou de se formar e tá com essa discussão na ponta da língua.

    thur, pelo menos alguém vai se beneficiar com ela, né?

    flávia: vou ler o artigo, sim. valeu!!

    mari, nós duas estamos duas veinhas bem sexy, né não? ô, se estamos, menina. aqueles teus vestidos são de deixar todo mundo sem fôlego! hahahaha. bjs!

  5. Tô contigo e não abro! Boa resolução hehe

  6. Eu também decidi não aderir, não imagino comer ‘linguiça’ sem trema… kkkk
    beijos

  7. Renata

    Pois é, jogo no teu time, meobem!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s