Dez razões para você NUNCA escrever uma tese de doutorado

Eu agora tô na onda copy-paste. Post delivery, pret-à-porter. Esse eu já havia publicado no blog véio. Tem problema não. A gente publica de novo [com as devidas atualizações]. Agora, muito importante. A autora não sou eu. É essa moça aqui. Que é chique, sabe Shakespeare bagarai e ainda voltou do vale da sombra da morte – digo – doutorado – pra contar a história. Eu me inspiro nessa gente fina, elegante e sincera pra seguir em frente, povo. Mais quatro dias e eu entrego a mardita pra banca de vez. Aí não tem mais volta. Enquanto isso, leiam e, se tiverem algum inimigo, recomendem: “Façam doutorado! É divertido”. Aff.

**************************************
DEZ RAZÕES PARA VOCÊ NUNCA ESCREVER TESE DE DOUTORADO:

1. A distância da família. Você nunca recupera o tempo perdido. Não recupera os momentos que poderia ter passado com os filhos e com o marido. o filho e os ‘ficantes’.

2. Você fica mais burra(o). Certeza! Você perde a noção do macrocosmo. O teu horizonte fica limitado ao assunto da tese durante bom tempo da tua vida. Para muitos, aliás, a vida toda…

3. Você vira uma alienada(o). Enquanto teus amigos discutem livros que você não teve tempo de ler, filmes que você não pode assistir, as últimas medidas do governo, você fica olhando com cara de tonta(o). Os amigos sequer perguntam a tua opinião.

4. Ninguém vai ler a tua tese de doutorado. Convenhamos, quem vai ler as minúcias entediantes do que você escreveu? Olha, dissertações de mestrado até valem a pena ser lidas. Elas são mais gerais, mais soltas, menos descompromissadas, criativas.  Menos – a palavra temida – ”acadêmicas”. A tua tese vai colecionar pó nas estantes de uma (ou duas) bibliotecas.

5. Você vira uma pessoa chata. Você só quer ler sobre “aquilo”. Só se interessa sobre “aquilo”. Só quer falar sobre “aquilo”. Só que “aquilo” é o que ninguém gosta de falar. Ao menos que você seja uma das raras sortudas(os) e encontre uma outra(o) louca(o) que se proponha a discutir o assunto com você. Aí, ninguém segura.

6. As pessoas se frustram com o teu (parco) conhecimento.  Presumem que você saiba tudo sobre a tua área de pesquisa. Quando percebem que você hesita, re-avalia e, até mesmo, questiona as próprias idéias, as pessoas te olham de soslaio, suspeitas… Devem pensar, “essa aí, nunca vai ser doutora”. Os alunos, nossa, esses são os primeiros a atirar pedras. Professor tem que saber tudo, pô!

7. Não sobra tempo para cuidar de você. Pois é, eu já cheguei a correr maratonas. na praia. 6 quilômetros. Hehe, até eu acho difícil de acreditar. Hoje em dia fico feliz com pequenas caminhadas. As unhas, cabelos, pele, horrores à parte. A situação é especialmente triste para aquelas(es) que costumavam cuidar da aparência, como eu.

8. As tuas costas ficam destruídas. É batata, acontece com todos. Já passei semanas tomando relaxantes musculares por conta de ficar muito tempo (mal)sentada. Seções de fisioterapia para agüentar o tranco são a única salvação.

9. Os (des)encontros com a(o) (des)orientador(a). Você passa meses a fio escrevendo, re-escrevendo, deletando, revisando um capítulo e quando, triunfante, consegue um horário com “Vossa Majestade”, os comentários são, geralmente, críticos. Nenhum orientador elogia. E aí… você começa a duvidar da tua própria capacidade. Droga!

10. A vida! Filmes, livros, teatro, sessões da tarde, amigos, namorar, curtir os filhos. Ou o simples e indefectível dolce fare niente. É, a vida não espera por ninguém.

***************************************

Alguém aí, por acaso, sabe que dia é hoje? Porque nem isso eu me lembro mais.

Advertisements

6 Comments

Filed under Uncategorized

6 responses to “Dez razões para você NUNCA escrever uma tese de doutorado

  1. [a chuva passou!]
    pára de falar mal de doutorado, vc é minha amiga mais chic.
    bjs

  2. hahahahahaha, tá bem, tá bem, eu páro. mas é que eu tô feia, to engordando, vivo de óculos e cabelo preso, não tiro o buço há semanas, não faço a sobrancelha… enfim. um filme de horrores. tá, isso não é obrigação, mas eu sempre fiz, faz parte da minha ‘identidade’ e agora quando eu olho no espelho, levo susto. espero que tenha volta. beijusssssss

  3. ó, depois q passar tudo, essas coisas serão meros detalhes, né?
    bjs

  4. Vai passar, vai passar, daí teu salário vai subir e vc vai gastar em coisas importantes tipo depilação e sombra marrom! E sapatinhos. 😉

  5. Obrigada pelo link! E boa sorte! Se eu consegui, você consegue, acredite.
    Cris

  6. obrigada, xará! estou contando com isso. os exemplos de sucesso me animam. bjs!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s