Outubro rosa

Como parte do movimento de conscientização para a necessidade de prevenção ao câncer de mama, chamado ‘Outubro Rosa‘, uma amiga teve uma ideia que eu achei super-fofa:  fazer um passeio de bicicleta, juntando todas as amigas e amigas das amigas [quem disser que lembra do The L word ganha um doce, rs]. Recebi um email dela ontem e logo as meninas começaram  a trocar um monte de mensagens, num ritmo frenético.

A princípio, seria um passeio apenas com meninas que gostam de meninas, mas logo a ideia evoluiu até tornar-se mais ‘inclusiva’, passando-se a considerar a possibilidade de chamar amiguinhas héteros também. Nas palavras da minha amiga o passeio seria “uma coisa de amiga, amiga de amiga, amiga hetero, amiga pan, amiga que tem peito”.

Eu, como adoro andar de bicicleta e adoro uma bagunça organizada, fui logo aderindo. Na boa, acho que seria ao mesmo tempo divertido e bacana poder juntar as meninas e fazer alguma divulgação do movimento. Ainda que o passeio aconteça na zona sul, onde as pessoas teoricamente tem um bom nível de informação e acesso a serviços médicos. Acredito que, mesmo num contexto desses, seja válido pontuar a questão da importância do diagnóstico precoce na prevenção da doença, por exemplo. E mesmo entre pessoas esclarecidas existem aquelas que preferem ‘tapar o sol com a peneira’, então, para essas, seria legal mostrar que a doença é algo implacável, mas existe luz ao fim do túnel.

Claro que teve criatura chata colocando areia na sopa dos outros e dizendo que um passeio desses não faz o menor sentido, que usar o câncer de mama pra unir pessoas é exagerado, que juntar câncer de mama e passeio de bicicleta é uma ideia destrambelhada, etc etc. Enfim, a essas eu recomendo que fiquem em casa assistindo o Raul Gil e nos deixe com o nosso passeio lindo na Lagoa.

Agora eu queria saber das minhas [3] ‘leitoras’ o que elas acham da ideia e se topariam um passeio desses. Prometo deixar aqui as atualizações sobre data e local. E periga ainda ter camisetinha do evento. Eba!

*********************************
Claro que, com um monte de mulher junta trocando email, não poderia dar boa coisa. Lá pelas tantas alguém manda essa:

“aaaaaahhhhh, achei que fosse ter auto-exame, assim, mútuo.

hahahaha”

Ao que alguém responde:

“Ah! Não vai ser passeio pra se pegar? Que pena! hehehehehe”

*********************************
Não é porque o assunto é sério que as pessoas não podem se divertir, né minha gente. Oras.

Advertisements

18 Comments

Filed under Uncategorized

18 responses to “Outubro rosa

  1. Hellen

    Ah, bem que eu iria. Mas não tenho bicicleta, acreditas?

  2. hellen, eu também não tenho bike. mas a gente pode alugar uma, que tal?

    🙂

  3. Então, Cris, ce acredita q não sei andar de bike. Juro. Mas vou na garupa. rs bjobjo

  4. Hellen

    É uma opção a se pensar: com um álcool e paninho à tiracolo porque imagina quantos bumbuns já não suaram naquelas bicicletas??? Nojinho… rsrsrsrs.

  5. Putz, que inveja de andar de biciclena na Lagoa. Aqui em Sampa o máximo que um ciclista consegue é ser atropelado na Paulista.

  6. poxa,ronzi, que horror. mas aí tem os parques, não? e eles são bonitos pelo que sei. beijins!

  7. hellen, larga de frescura que te dou uma surra de conga!! unf.

  8. hahahahaha, haline, garupa tá valendo. e ainda há quem vai de triciclo. beijão!

  9. kkkkk, com paninho e álcool foi ótimo, consegui até imaginar a cena. [mas estou rindo de mim, pq agora ando com álcool pra tudo qnto é canto, minha mãe diz q estou psica.]

    snif, eu também não sei andar de bicicleta, tenho trauma de infância, caí só uma vez e nunca mais nem peguei em bike.

    bjs

  10. Tina Lopes

    Eu nem precisaria de causa nobre. Queria tanto ir. Chuif.

  11. madoka

    putz que delícia, bicicleta, Rio, e ainda movimento de conscientização? se aí, tava dentro. Adoro andar de bike, aqui é obrigatório. E o Rio de Janeiro heim/
    beijinhos

  12. ai, ju, alguém leva vc na garupa, rs. [eu andei com álcool gel na bolsa por um tempo. depois, cansei. aliás, eu canso de tudo sempre, depois de um tempo]. beijins

  13. magina, tina? sol, lagoa e as meninas pedalando? com ventinho na cara? eu concordo, nem precisa de causa nenhuma.

  14. oi, madoka! quanto tempo. tava com saudades de você. bjs!

  15. menina, eu gostei tanto de ser limpinha q agora não dispenso mais o ‘arquito’ na bolsa. rs
    bjs

  16. Hellen

    Ah, Sentimental. Ainda bem que alguém me acompanha nos “cuidados higiênicos”. Vai que alguma passarinha bichada sentou lá e suou, suou, suou e eu coloco a minha bichinha bem lá… URGH.

    Surra de conga é? rsrsrsrs. Havaiana de pau, ô havaiana de pau…

  17. ahuahauhahahua. hellen, ‘passarinha bichada’ foi ótemo. gente, conhece o ditado: ‘lavou, tá novo’. então. viva as passarinhas, hohohohoho.

  18. Ha, como você disse mesmo azedume não demora muito pra aparecer quando tem muita gente dando palpite 😉 O bom é não se deixar afetar e seguir a bola pra frente. Com certeza eu iria se tivesse aí, pra nós corredoras, andar na bicicleta é fichinha nénão? 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s