Meu top five

… de melhores filmes [válido até a zero hora de hoje, visto que librianos são os seres mais inconstantes do mundo]

1. Cidade dos sonhos [David Lynch em sua melhor forma. Amo, amo de paixão. Tenho na minha estante, já vi umas 5 vezes]

2. Tudo sobre minha mãe

3. Hannah e suas irmãs

4. Harry e Sally

5. Notting Hill [bom, aqui eu pensei em colocar um filme cabeça, mas o fato é que eu amo Notting Hill, pronto. Nessa posição também podem ser colocados todos os outros filmes do Almodóvar e todos do Woody Allen]

*****************************
Já falei aqui que adoro listas? Elas me divertem horrores 🙂

Advertisements

6 Comments

Filed under Uncategorized

6 responses to “Meu top five

  1. Então tá decidido : vou comprar o dvd de cidade dos sonhos, não vi até hoje, mas só até hoje 🙂
    abraço,
    clara

  2. clara, eu adoro esse filme do lynch pelo roteiro, que acho genial, e pelas inúmeras reflexões sobre a alma humana. agora, está longe de ser um filme ‘fácil’ de assistir. como eu fiz análise muitos anos, eu gostava de ver diversas vezes, parando e analisando cada pedacinho, descobrindo coisas que o diretor vai plantando aqui e ali. tomara que você goste porque, do contrário, você vai me xingar muito, hahahahaha. bjs

  3. CariocaExilado

    Os filmes que eu mais gosto, não necessariamente nesta ordem:

    1. Last Tango in Paris;
    2. Apocalypse Now;
    3. Camille Claudel;
    4. La Reine Margot;
    5. Requiem for a Dream;
    6. Lost in Translation;
    7. Nothing Hill + Four Weddings and a Funeral;
    8. Harakiri;
    9. Ran;
    10. 2001: A Space Odissey.
    11. Cat People;
    12. The Hunger;
    13. Lord of the Rings;
    14. Unforgiven.

    Apenas para listar alguns….mas também gosto de baboseiras, pancadaria, sangue-pra-todo-lado, e etc. dependendo do meu humor.

  4. aaahhhh, que bom que você me lembrou. minha memória é curta. eu colocaria ‘lost in translation’ ali ao lado de harry e sally. adorei a tua lista. mas desses todos aí eu vi bem poucos. bjs!

  5. Olá, Cris!

    Vou citar o último que assisti: Up in The Air, inexplicavelmente traduzido para Amor Sem Escalas (Sem Escalas até passa, mas o Amor ficou sobrando).
    E, desse mesmo diretor, gostei de Juno e Obrigado Por Fumar.
    Beijos.

  6. Oi, Carla. Então, minhas ‘impressões’ sobre ‘Up in the air’ estão no último post. Desse diretor eu só vi ‘Juno’ – e gostei. Bjs!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s