É véio, mas eu gosto

Poema velhíssimo da antropóloga Viviane Mosé. Ouvi essa semana, num CD caseiro com poemas do CEP20000.

**************************************************

acho que a vida anda passando a mão em mim.

a vida anda passando a mão em mim.

acho que a vida anda passando.

a vida anda passando.

acho que a vida anda.

a vida anda em mim.

acho que há vida em mim.

a vida em mim anda passando.

acho que a vida anda passando a mão em mim

e por falar em sexo quem anda me comendo

é o tempo

na verdade faz tempo mas eu escondia

porque ele me pegava à força e por trás

um dia resolvi encará-lo de frente e disse: tempo

se você tem que me comer

que seja com o meu consentimento

e me olhando nos olhos

acho que ganhei o tempo

de lá pra cá ele tem sido bom comigo

dizem que ando até remoçando

Viviane Mosé

Advertisements

6 Comments

Filed under Uncategorized

6 responses to “É véio, mas eu gosto

  1. não conhecia… gostei.
    é o tipo de coisa q os outros escrevem e parece q foi a gente né?
    beijos

  2. CariocaExilado

    Quando a vida deixa e o tempo permite, olhos nos seus olhos e peço seu consentimento para aproveitar o parco tempo que temos juntos em nossas vidas.

  3. Nossa, eu adoro ela. Adoro a Elisa Lucinda tb. Mesmo esquema de poesias.

  4. monica

    Lindo!
    Bjs,
    Mônica

  5. carioca, o importante é a qualidade do tempo que se passa junto, né?

    haline, conheço pouco dela; vou me interessar mais. acho a vibe elisa lucinda legal.

    moniquinha, também achei bacana! \o/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s