Monthly Archives: May 2010

Eu juro que não tenho culpa

Mas essa ‘música’ não me sai da cabeça; faço a coreografia e tudo, juropordeus!

************************

Culpa da academia? Deve ser. A gente fica lá pulando e acaba decorando isso e pior: achando muito bom! Ai, vou arder no mármore do inferno, hahahahaha.

5 Comments

Filed under Uncategorized

Senta que lá vem [mais] clichê

Dizem que o tempo cura tudo, certo? Certo, certíssimo. Eu tenho constatado isso. Essa semana que passou já consegui sair pra ir ao cinema. Fui ver o filme novo do Woody e fui sozinha. Antes de pegar o metrô pra Botafogo, fiz questão de andar e apreciar a tarde, olhar as pessoas na Quinta da Boa Vista [é, eu trabalho lá pertinho] e pensar um pouco na vida. E pensei que, apesar da falta total de sentido dela – a vida – a gente até tem uns momentos agradáveis. Andar sozinha e ver gente fazendo suas coisas corriqueiras é um desses momentos pra mim. Estar com meus alunos, apesar da algazarra deles, é outro. E ver um filme de um diretor adorado, rir muito, sair pra jantar uma comidinha boa depois são vários outros. Talvez fique aquela pergunta, mas por que sozinha? Porque estar sozinha e me sentir bem é das coisas que eu mais gosto na vida. Pra poder pensar, ponderar e chegar [ou não] a algumas conclusões. Uma delas é que chorar é bom, mas quando a gente tem uma família estruturada e se sente amada, o choro seca mais cedo ou mais tarde. Fica só a saudade do abraço quentinho e daquela voz de trovão. De vez em quando, a tristeza que está lá guardada em algum lugar aparece, mas é só pra dar um ‘oi’ rapidinho e logo ir embora. No mais, tudo segue seu curso.

2 Comments

Filed under Uncategorized

Eu qué bolo

Porque hoje é o aniversário da minha amiga mais, mais querida e de quem eu tenho um orgulho imenso. Porque ela não é só linda por fora [adoro clichês…rs]: é daquelas pessoas que valem a pena pela serenidade e sabedoria. E também é louca na medida certa, sabe tudo de moda, sabe fazer maquiagens, tem bom gosto e uma puta alegria de viver. Parabéns, alemoa.

Eu, a dita alemoa e meu piá, nos divertindo na capital gaúcha

4 Comments

Filed under Uncategorized